Parque Mayer

Masterplan Competition | 2007

Parque Mayer

Masterplan Competition | 2007

O PROJECTO | PROJECT
A Cidade próxima: impermeável, densa, consequência tanto da ocupação e escala do Jardim Botânico como do traçado da Avenida da Liberdade. Território despreocupado com remates e amarração ao tecido existente.
Jardim Botânico: um jardim encerrado definido por três momentos: jardim herbário + jardim botânico (arboreto) + espaço de transição que resolve cotas e construção.
Parque Mayer: um vazio desqualificado, onde o espaço público é apenas espaço sobrante entre os edifícios.
Um recinto de traseiras, fruto da sua implantação no interior de um antigo jardim privado. Espaço de memória colectiva.
A proposta é constituída no seu essencial por dois elementos, uma Praça e um Jardim. A Praça tem carácter urbano, articula-se com a Avenida da Liberdade e estrutura o espaço público, organizando vazios qualificados fortemente relacionados com os equipamentos propostos. O Jardim Público, garantido os atravessamentos e ligações entre as áreas adjacentes funde todos os elementos, configurando-os como um todo. Um sistema de rampas desfaz a rigidez e garante a diluição entre o Jardim Botânico e a nova Praça Urbana.
PROJECT INFO
Promoter - Câmara Municipal de Lisboa
Architecture - Atelier Helena Botelho Filipe Mónica
Year - 2007
Location - Parque Mayer, Lisbon

PROJECT TEAM
Collaborator Architects - Cátia Rangel, Ana Filipa Rosa, Marco Marques, Susana Modesto, Gonçalo Matias, Ricardo Vicente, Tiago Coelho
Back to Top